Sonhos: Parte VII

tumblr_lvq1dmfUMS1r7a6roo1_500_large

Houve mais um toque da campainha e depois duas batidas impacientes na porta da frente até que Luce criou coragem e se levantou para abrir a porta para a loura irritante e impaciente que lhe lançou um olhar feroz por sua demora.
– O que? – perguntou ela vendo Cat atravessar a sala em direção à cozinha, lançando a bolsa sobre o balcão de mármore negro.
– Já não era sem tempo, Cavendish. – Luce a ouviu gritar do outro lado da cozinha enquanto fechava a porta e voltava ao balcão e a sua cadeira. – Que diabos você estava fazendo?
– Hm, lendo. – perguntou retoricamente levantando seu exemplar surrado de Romeu e Julieta para ela enquanto a loura procurava algo de comestível na geladeira. – Vem cá você sempre é assim? – Luce perguntou erguendo uma sobrancelha para ela com um copo de suco de laranja na mão.
– Assim como? – devolveu a loura com um olhar confuso.
– Invasiva. – respondeu, o olhar confuso de Cat passou para o ameaçador em segundos.
– Agradeça por isso Cavendish, caso contrário nunca me teria como um de seus poucos amigos. – Luce mordeu o canto interno da boca e voltou um terço da sua atenção ao livro.
– Sim, agradeço. Poupa-me de muitas explicações. – Pelo canto do olho Lucinda a observou sentando-se no banco vazio do lado oposto ao balcão, ela lhe lançou um olhar verde agudo.
– Por falar em explicações, você me deve algumas. – Disse ela cruzando as pernas. – Começa logo!
– Com o que?
– Como foi no baile? – Luce soltou um suspiro. Não era necessário contar que ela fora deixada de lado em um dos cantos do ginásio porque Liam – o zagueiro do time de futebol e seu acompanhante – decidira que iria voltar com Lauren, sua não atual ex e a menina mais insuportável que Luce chegara a conhecer, havia algo nela que lhe fazia doer a cabeça. Assim como era – decididamente – não necessário contar sobre o quase acidente fatal que pressentira poucos minutos antes de acontecer. Essa parte pelo menos ela poderia omitir, ela deveria.
– Não foi lá muito bom. – disse com um suspiro.
– Como assim “não foi lá muito bom”? – Cat ergueu uma sobrancelha dourada para que Luce desembuchasse tudo com os mínimos detalhes do que acontecera na mal fadada noite. Até parece que ela iria contar.
– Do tipo: crise de ciúmes da… hãn ex “ex” e reconciliação no baile, muito romântico por sinal. E do tipo também, olha, vindo sozinha e a pé para casa, as 1hrs45min da madrugada com um salto de 15 cm que enfiaram nos meus pés contra a minha vontade. – Luce lançou metade do que acontecera no balcão de mármore negro com uma certa dose de sarcasmo no meio, enquanto Cat arregalava os olhos verdes e prendia-se para não rir ou simplesmente ficar com raiva.
– Mas que… – ela não terminou a frase do xingamento.
– Isso ai mesmo. – concordou Luce respondendo ao xingamento que Cat deixou se perder em sua cabeça.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s