Capítulo I: Sonhos.

tumblr_m1vf2sKDoP1r43un6o1_500

A música tocava ensurdecedoramente alta nos seus ouvidos, enquanto Luce observava chocada o seu suposto acompanhante conduzir outra até a massa dançante no centro do ginásio, não só uma outra mas Lauren a que deveria ser a ex dele segundo a nova melhor amiga de infância que ela ganhara assim que chegou no Elligius. Oh sim, ela realmente esperava ser atirada em um dos cantos do enorme ginásio de esportes decorado de malhas e todos os tipos de frufrus para o baile, mas ser abandonada e trocada na mesma noite? Não, isso Luce se quer cogitara em imaginar. “Desperdiçara o meu melhor vestido com isso!” – lamentou-se olhando uma das rendas artesanais que pendiam do vestido branco quatro dedos bem acima de seu joelho. “Óbvio, o que eu esperava mesmo, a garota nova e estranha com um dos carinhas mais bonitos do Eligius?” já era de se esperar. Mas ela só aceitara o “convite” por conta da nova melhor amiga de infância, Katharine Biel Belly, que também a abandonara meio segundo depois de chegarmos ao ginásio decorado da escola e estava em algum canto ocupada demais com a boca inteligente de Jake, o esportista mais nerd que Luce chegou a conhecer, que era seu par.
Estava sentada, observando com certo tédio e meia diversão a massa de alunos se espremendo na pista de dança, quando o maldito e conhecido arrepio arrastou-se por sua espinha, juntamente com o sentimento de que alguém necessitava mortalmente de sua presença em algum lugar fora dali. O torpor imobilizou o seu corpo por um momento, até que conseguiu levantar e sair dali, passando a cotoveladas pelo monte de alunos que fizeram questão de atrapalhar a sua saída dali o mais rápido possível. O céu estava nublado, as nuvens cinzas ameaçando chuva e tempestade a noite, quando chegou do lado de fora, a sensação estava açoitando o seu estômago, ameaçando fazer o vômito vir pela garganta com um azedo, trazendo todo o líquido que ela havia ingerido desde que chegou. A sensação crescia em seu estômago e ela começou a sentir o suor frio escorrer pela nuca, Luce não sabia o que aquelas sensações significavam, nunca soube. Ao seu lado uma caminhonete foi possuída por um garoto visivelmente bêbado e que em menos de um minuto depois se chocou contra um Fiat estacionado á sua traseira, os alarmes zuniam em seus ouvidos e faziam a sua mente girar 360° com a dor. Ela só tinha que sair daquele lugar o mais rápido possível. A mente ainda girava enquanto caminhava em direção ao próximo quarteirão, com as compulsivas sensações e calafrios desaparecendo enquanto saia ainda meio que cambaleando para longe dali.
Lucinda Willians Cavendish sempre se perguntara por que tinha essas malditas sensações, ou de como saber onde e quando algo do tipo extremamente ruim estava prestes a acontecer. Pior, sempre estava por perto quando acontecia, sempre era impelida a ir onde essas coisas estavam pra explodir. Essas malditas sensações a perseguiam desde que ela, misteriosamente ao que parece a todos, foi encontrada desacordada em meios aos destroços da Igreja Santa Mônica e teve certa piora depois do acidente que matara a irmã adotiva Melina e que a levara a um coma do qual só acordaria dois meses e meio depois. Os flashes passaram pela sua mente rápido demais para que ela se concentrasse em alguma cena em particular. E nem queria se fixar em alguma, lembrar significava ter pesadelos. Olhou os pés, doíam por conta da sandália de tiras brancas e salto fino 15 cm que Cat – a nova melhor amiga de infância – enfiara em seus pés naquela tarde, quando ela fizera questão de demonstrar o seu lado psicótica patricinha e usa-la como sua primeira cobaia. O lado positivo, pensou, é que ela soube fazer isso melhor que eu.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s